Vídeo em destaque

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Humano Demais





Por ser um admirador nato de canções inspiradas por Deus, eu jamais poderia deixar de mencionar aqui no blog esta que é uma das músicas mais belas que já conheci na minha vida. Acredito que seja muito difícil alguém supor que tal canção não seja divinamente inspirada. O fato de ser cantada na voz de um padre em nada diminui sua qualidade e valor.

Para os chatos de galocha de plantão, antecipo que sou admirador dessa música há anos e só agora com o blog Pensando a Verdade tive a liberdade para expor o que penso sobre ela. Para os verdadeiros adoradores do Senhor Jesus Cristo que não estão presos a sistemas religiosos humanos, promover a glória de Deus vem antes de apresentar satisfação aos homens. Portanto caros leitores, ouçam e se rendam na presença de Deus sem reservas! Recomendo a todos que ignorem as imagens e se concentrem na letra e na música em si, afinal de contas o papel do adorador é sair de cena e manter o Senhor Jesus no centro das atenções.



Humano Demais
Eu fico tentando compreender
o que nos teus olhos pôde ver
Aquela mulher na multidão
Que já condenada acreditou
Que ainda havia o que fazer
que ainda restara algum valor
E ao se prender em teu olhar
por certo haveria de vencer

E assim fizeste a vida retornar aos olhos dela
E quem antes condenava se percebe pecador
Teu amor desconcertante
força que conserta o mundo
Eu confesso não saber compreender

Sou humano demais pra compreender
humano demais pra entender
Este jeito que escolheste de amar quem não merece
Sou humano demais pra compreender
humano demais pra entender
Que aqueles que escolheste e tomaste pela mão
Geralmente eu não os quero do meu lado

Eu fico surpreso ao ver-te assim
trocando os santos por Zaqueu
E tantos doutores por Simão
alguns sacerdotes por Mateus
E, mesmo na cruz, em meio a dor
Um gesto revela quem tu és
Te tornas amigo do ladrão
só pra lhe roubar o coração

E assim foste o contrário, o avesso do avesso
E por mais que eu me esforce
Não sei bem se te conheço
Tu enxergas o profundo, Eu insisto em ver a margem
Quando vês o coração, Eu vejo a imagem


Um abraço a todos.

Marconi BS Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário