Vídeo em destaque

domingo, 13 de maio de 2012

Entretenimento Gospel: uma perigosa distração


Já participei de cultos inesquecíveis. Ensinamentos maravilhosos, pregações memoráveis e um mover do Espírito genuinamente saudável. Contudo, venho observando o movimento evangélico no Brasil com certa preocupação. Há um bom tempo venho notando a maneira como a igreja está se tornando uma espécie de playground de Jesus, onde a animação é o foco. Um lugar de entretenimento gospel que mantém as pessoas distraídas e ocupadas sem tempo para meditar no essencial. Uma quantidade enorme de atividades e uma agenda repleta de shows são recursos que vêm sendo usados com frequência. Sinto tristeza quando contemplo um ativismo acelerado que serve apenas para manter o povo distraído, emocionado, ocupado e animado. Na igreja contemporânea, os eventos possuem o seu lugar e são bem vindos, o problema é quando uma congregação perde totalmente sua identidade de ser igreja em função de uma agenda esmagada pelo ativismo. Parece-me que a igreja está se tornando mais um movimento atraente da moda do que o sal e luz originalmente propostos por Jesus (Mt 5.13-16).É aqui onde mora o perigo!

Em meio a todo esse movimento, os irmãos podem perder de vista aquilo que é essencial e fundamental: a comunhão pessoal com Deus (Mc 3.14; Lc 10.38-42; 12.22-40). Jesus nunca desorganizou as prioridades: primeiro Ele, depois as tarefas realizadas prá Ele (Lc 12.22-40). Apesar de uma agenda repleta de atividades, eventos como aqueles registrados em At 3.1-10; 4.23-32; 10.32-43; 12.1-11; 14.6-18; etc. são raros hoje! Alguém certa vez disse: “o maior inimigo da unção é a distração”. Apesar de interessante, a frase é equivocada e incompleta. O maior inimigo da unção (da revelação e da inspiração) não é a distração, é a RELIGIÃO! A DISTRAÇÃO é o maior inimigo da SALVAÇÃO! É isso mesmo caro leitor, o maior inimigo da salvação é a distração. Veja em Mt 24.38,39; Lc 12.35-40; I Co 7.29-31; I Pe 4.7! A distração pode te levar a perder o foco das coisas fundamentais.

O que pode nos distrair? Segundo Jesus, nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca. Logo, os afazeres naturais desta vida pode nos distrair do essencial e corremos o risco de ser pegos de surpresa. Agora pergunto: como o ativismo gospel pode nos distrair? Pense comigo: se o diabo sabe que você não abre mão de servir a Deus, então o que ele tentará usar contra você? Se ele sabe que você jamais abrirá mão de buscar a vontade de Deus, então ele tentará levar você a buscá-la da maneira errada. Se ele não pode desviar você do Caminho (At 9.2; 18.25,26; 19.9,23), então ele tentará ludibriar você no Caminho. E a distração é um excelente recurso. A pergunta cabível agora é: distraí-lo do que? Da vontade de Deus para sua vida! Das coisas essenciais do Reino de Deus! Da comunhão pessoal com Deus! Veja Hb 12.1,2. Lembre-se que o diabo usou as Sagradas Escrituras para tentar levar o Senhor Jesus a cometer pecado (Mt 4.1-11). A Bíblia pode ser facilmente manipulada.

Uma vez que a preocupação central de certos movimentos Gospel é a arrecadação financeira, a principal estratégia para isso não é ministrar a Palavra de Deus em todos os seus aspectos, mas realizar eventos e shows continuamente para garantir a atenção do maior público possível. A essência do Evangelho é atingir quem você é, o que você faz, o que você pensa, o que você diz e o que você sente. Essa proposta do Senhor Jesus não é atraente para a maioria das pessoas e não é conveniente para gerar dinheiro. É por isso que destaco: cuidado com o ativismo gospel! Cuidado para não ficar distraído durante anos e ludibriado com uma agenda abarrotada de eventos e tarefas intermináveis. Observe que pregações baseadas em Tg 4.9,10; Ec 7.1-8; Lc 14.25-35 são raras atualmente. Faça uma avaliação pessoal de sua própria vida. Siga as recomendações encontradas em: II Co 13.5; I Jo 3.19-22; Sl 4.4.

Quero destacar que sou a favor de shows e eventos cristãos. Acredito que a igreja deve buscar meios legítimos de divulgar o Evangelho nas ruas, praças, estádios, templos, casas, etc. Sou a favor de shows com ministros de louvor, conferências com homens de Deus, cruzadas evangelísticas, etc. O que destaco nesse post é que devemos fazer tudo isso sem perder de vista o essencial, sem transformar tais eventos em formas gananciosas de gerar dinheiro.

         Peço encarecidamente ao leitor que tenha paciência para assistir a mensagem abaixo de um homem de Deus chamado Paul Washer. Tive a felicidade de encontrar essa ministração no youtube e está legendada. Escrevi esse post inspirado basicamente em sua pregação. É importante ouvir mensagens assim periodicamente. De antemão devo alertar o leitor que a mensagem é dura e alguns podem se sentir ofendido. Porém, considero melhor ofender alguém com a verdade do que enganá-lo com a mentira! (Pv 27.6)


         Um abraço a todos e boa mensagem!




Quero agradecer publicamente à Willy's PrOdUçÕeS pelo vídeo publicado com legendas em português possibilitando o deleite espiritual da igreja evangélica brasileira.

Um abraço a todos!

Marconi BS Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário