Vídeo em destaque

segunda-feira, 8 de julho de 2013

O manifesto brasileiro!


        

         Após as ondas de protesto que acordaram a nação, devemos pensar no que o povo brasileiro deve fazer agora. A pergunta inevitável é: Qual o próximo passo a ser tomado? O que deve ser feito? Mais protestos ou o retorno ao silêncio e à indiferença? O que devemos exigir das autoridades? Qual rumo devemos tomar para não tornar ineficientes os protestos realizados?
         Dou aqui a minha opinião. O povo brasileiro deve elaborar um documento suficientemente detalhado com todas as reivindicações que ele exige para que os seus “representantes” cumpram. Esse documento deve conter além das reivindicações, prazos e metas bem definidos. As reivindicações são muitas:


- Redução do número de deputados (500 para 150)
- Investir no mínimo 10% do PIB em educação
- Reforma política!
- CPI da copa, dos transportes e dos planos de saúde
- Congelamento dos salários dos nossos “representantes” e permitir aumento só com a aprovação do povo brasileiro
- Exigir transparência ABSOLUTA nos gastos e investimentos do dinheiro público
- Obrigar (por força de lei) todos os filhos de deputados, senadores, prefeitos, vereadores, governadores, etc. a estudar em escola pública
- Obrigar (por força de lei) todos os nossos “representantes” a usar a saúde pública
- Exigir carga horária de 40 horas semanais de todos os nossos “representantes” nas três esferas: federal, estadual e municipal
- Combate implacável, incansável e irrestrito contra a corrupção
- Etc.
       
  
          A lista deve ser elaborada pelo povo brasileiro sem nenhuma representação partidária nem institucional. Já está suficientemente claro que nenhum partido e nenhuma instituição trabalham em favor do povo brasileiro, o foco são seus próprios interesses. Portanto, o povo brasileiro é o seu próprio representante legítimo nesse momento. O documento deve conter prazos e metas bem definidos. Assim, após apresentar o documento aos nossos “representantes”, se as reivindicações forem ignoradas, então a nação deve retornar às ruas e fazer protestos no mínimo 1 vez por semana. Parar o Brasil para acabar com a corrupção é um motivo mais do que suficiente, satisfatório e justificável. É o mínimo que se pode fazer. A indiferença e o silêncio é uma atitude covarde que contribuirá apenas pela perpetuação de um sistema apodrecido. No cenário atual, quem deve tomar as decisões em favor do povo brasileiro é o próprio povo brasileiro e não seus “representantes”. Devemos ter nesse país uma nova forma de fazer política onde o povo brasileiro tenha total participação nas decisões e não seja alienado. Se o povo não tem o preparo adequado para essa nova realidade, a reivindicação que exige investimento de 10% do PIB em educação poderá resolver essa deficiência.

ACORDA BRASIL!!!

Deus abençoe o Brasil!

Um abraço a todos!

Marconi BS Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário